Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher



Histórico


Categorias
Todas as mensagens
 Link
 Citação


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


 
diário de ROSA KAPILA

Citação



   "Citação" Autor: Rosa Kapila Buscar na Web "Rosa Kapila" Quando: 19/06/2013 O OLHO DALTÔNICO A QUE CHAMASTES AMOR "Parar de escrever bilhetes de felicitações como se eu fosse Camões e as Ilíadas dos meus dias fossem Rosas, Graças, Vieiras, Sermões" ( Paulo Leminski ) A biologia e o espírito Talvez se encontrem em algum lugar do corpo Mais uma armadilha numa poça de cola? Nem sempre o vazio não é cheio, como no conceito Budista do vazio sagrado. Estou aqui, sentada, sem me mexer À procura de uma cultura de mulheres mortas... As meninas de uma curiosidade inocente Que me encantam são: Janis Joplin/ Bessie Smith/ Anne Sexton/ Edith Piaf/ Marilyn Monroe e Garland Mulheres de instintos feridos e escolhas infelizes... Todas essas mulheres perderam seus sapatos feitos à mão. Quero minha vida própria feita à mão como os impulsos Positivos e ocultos. Quero minha vida cabendo num pequeno embrulho Bem feito. Por enquanto levo uma vida normal aqui no Edifício Imperador. Eu consigo vicejar na vida real. Tenho pena de Hedda Gabler que passou a vida escondendo Sonhos de revolução/ tesouro dentro de casa/ o tempo para escrever/ O dia para pensar. Hedda escondia o espírito no quarto de dormir.

Escrito por Rosa Kapila às 16h35
[] [envie esta mensagem] []



   "citação" Autor: Rosa Kapila Buscar na Web "Rosa Kapila" Quando: 07/06/2013 O QUE VOCÊ ACHA DE UM MÉDICO FALAR PARA UMA FAMÍLIA QUE UM DELES (INCLUSIVE O CONDENADO )TEM "X" ANOS DE VIDA? COMENTE,DISCUTA.VAMOS DEBATER ESSA QUESTÃO?

Escrito por Rosa Kapila às 13h03
[] [envie esta mensagem] []



 
 

"citação"

Autor: Rosa Kapila

Buscar na Web "Rosa Kapila"

Quando: 04/06/2013

AMIGOS MEU BLOG PESSOAL AGORA É:www.olivrodascorujas.blogspot.com.br beijos. mas nesse blog uol zip tem muita coisa boa



Escrito por Rosa Kapila às 16h47
[] [envie esta mensagem] []



 
 

"asd"

Autor: Rosa Kapila

Buscar na Web "Rosa Kapila"

Quando: 29/05;2013

asd



Escrito por Rosa Kapila às 13h39
[] [envie esta mensagem] []



 
 

"rosakapila1@yahoo.com.br"

Autor: rosa kapila

Buscar na Web "rosa kapila"

Quando: 23/05/2013

quero enviar para meu diário - Diário de rohttp://avepatrialusa.files.wordpress.com/2009/02/freira.jpgsa kapila a foto "freira"



Escrito por Rosa Kapila às 17h04
[] [envie esta mensagem] []



 
 

"foto"

Autor: foto

Buscar na Web " foto"

Quando: 24/05/2013

mandar foto para meu diário



Escrito por Rosa Kapila às 16h43
[] [envie esta mensagem] []



 
 

"poesia"

Autor: Rosa Kapila

Buscar na Web "Rosa Kapila"

Quando: 21/05/2013

ONDE SE ENCONTRA O ESCRITOR QUANDO O LEITOR ESTÁ LENDO? NESSA SEMANA FAREI REFLEXÕES SOBRE O AUXÍLIO DO INVISÍVEL.



Escrito por Rosa Kapila às 14h36
[] [envie esta mensagem] []



 
 

"imagem "

Autor: Rosa Kapila

Buscar na Web "Rosa Kapila"

Quando: 17/05/2013

RASGUEI MINHA ALMA COM AS UNHAS. SAÍ PINGANDO MENSTRUAÇÃO PELA RUA E, UM SENHOR COCHICHICHOU EM MEU OUVIDO.ENTREI NUMA FAMÁCIA E COMPREI FORROS PARA VOVÓS. EU QUERO ESCREVER SOBRE ISSO VIU VOVÓ EMILY?.BJS.



Escrito por Rosa Kapila às 11h45
[] [envie esta mensagem] []



 
 

"Luis Trimano"

Autor: Rosa Kapila

Buscar na Web "Rosa Kapila"

Quando: 15/05/2013

LUIS TRIMANO MAMÃE ME DEU UM LÁPIS E COM ELE DEI A VOLTA AO MUNDO. EU E MEU AMIGO TRIMANO ( O HOMEM QUE CARICATURA ATÉ DEUS ) O HOMEM DE TRÊS MÃOS, QUE GOSTA DE ACARICIAR AS PALAVRAS COMO QUEM AFAGA UM CÃO... EU E TRIMANO GARGALHAMOS QUANDO NOSSOS ALUNOS NÃO NOS CONHECE. NÃO SABER QUEM É TRIMANO E NEM KAPILA, NORMAL! MAS DESCONHECER TARSILA DO AMARAL E VIRGÍNIA WOOLF, SINISTRO! MUITOS AMIGOS QUE CRUZARAM A PORTA SERENA NOS AJUDAM NOS DOANDO JUÍZO. PEDIMOS AO VENTO, A KEROUAC, A NERUDA, A MAIAKOVSKY, A VIRGÍNIA... PEDIMOS ÀS MONTANHAS VERDES, ROSA... AO ENCONTRO DE SÓIS PEDIMOS ÀS CRATERAS MEXICANAS, AO MONTE NEVADA, A ARIZONA E ATÉ IDAHO! PEDIMOS GANAS DE CONTINUAR SENTINDO CHEIRO DE CHUVA DE CAMINHAR DE MADRUGAR E DE ATRAVESSAR A PAREDE QUE NÃO VEMOS. (esse poema se encontra no livro: "Palavra-Pássara" de minha autoria ) Escrito por Rosa Kapila às 16h35



Escrito por Rosa Kapila às 18h00
[] [envie esta mensagem] []



 
 

"Uma Cadeira Sentada em Minha Barriga"

Autor: Rosa Kapila

Quando: 15/05/2013

UMA CADEIRA SENTADA DORMIA EM MINHA BARRIGA A meus sonhos ocultos Da remissão dos pecados Sangro feito orquídea Canto para o céu; posposto não vejo teus olhos /embebidos de vinho. Do calor reinante pessoas se amofinam. De Teresina “maninha” chama-se a mulher que não consegue /ter filho. De pele baça ou embaçada o mundo está cheio Enquanto meu amor opera-se meu lábio definha e bate /o desejo de beijar. Sigo para Teresina, a terra se abre...em povoados vejo ossadas /e cruzes no caminho. Da ausência e do perdão “Sarça Ardente”. Dos amigos de minha mãe Antonio Trapiá feito grilo /me assustava. Da jovem que me disse “doente não merece amigos”, eu respondo: ESCROTA DOS INFERNOS! Chegará o dia em que a penugem de tua cabeça será empaçocada Na tabula rasa do destino e teu olho gordo vai engordar...engordar...engordar e, /depois explodir Dessa menina sacripanta Retirarei copo a copo a água da sabedoria que lhes dei na boca. Magra, mala, pálida ESPATIFA-TE IGUAL UM BISCUIT! Há rasgos da remissão dos pecados Da arte de flanerie conheci uma senhora chamada Alborina Da procura do amor perfeito acabo saindo pela tangente Procura-se o amor porque procura-se o amor. Acordo a noite Punhal. Chuviscos de relento Lua nua E eu também na janela Esposo ousado Todo teu e todo meu Atravesso a rua sonolenta à beça Teu cigarro cortado Ainda é meu perfume Faço Pego Retorço E mato O ciúme está indo pro inferno quando me acordam Sempre tenho vontade de esganar quem me acorda UMA CADEIRA SENTADA DORMIA EM MINHA BARRIGA.



Escrito por Rosa Kapila às 15h58
[] [envie esta mensagem] []



 
 

""

Autor: Rosa

Quando: 15/05/2013

NO DIA EM QUE EU ECLIPSAR-ME “Dou o nome de violência a uma audácia em repouso apaixonada pelo perigo.” ( Jean Genet. In: Diário de um ladrão ) No dia em que eu eclipsar-me Minha faca vai: cortar o fogo. Virarei uma víbora com dentes iguais /aos da onça que fuma em meu sonho. No dia em que eu eclipsar-me /vou dar portada na cara. De sangue no olho /vou queimar essa civilização de papel. No dia em que eu eclipsar-me /vou cortar teu couro tão bem cortado /que nem Deus vai conseguir costurar.



Escrito por Rosa Kapila às 15h52
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]