Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher



Histórico


Categorias
Todas as mensagens
 Link
 Citação


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


 
diário de ROSA KAPILA




Escrito por Rosa Kapila às 18h05
[] [envie esta mensagem] []



“ROSAS DE VINHO! ABRI O CÁLICE AVINHADO” (POEMA DE ROSA KAPILA)

Kapila virou Copila ou Capela

Passei trinta anos para aprender o nome

/de minha amiga Jacquelinei

Não me importo...olho a água cor de azeite

O tempo vira

Uma consumição

Agoniei na Pedra do Arpoador e vomitei

/no sal do mar

Em Teresina se fala “doente dos nervos”

Mas vejo o doce pôr do sol

Oara me socorreu

Mais vinte anos

Para meu amigo Dublinului

Cinco taças de vinho

Produzem imensa lágrima.



Escrito por Rosa Kapila às 17h26
[] [envie esta mensagem] []



ESTALOS ( poema de Rosa Kapila )

Um remédio zumbe dentro de mim

Vejo folhas rastejando...se refrescando na chuva

Imagino que eu poderia ser uma folhinha que

/não consegue pensar

Meus projetos, aos pedaços circulam por aí

Salgue-me mar

Adoce-me chuva

Stop trovão

Deixe de avariar-me

Vá a Marte urgente!

Numero os micróbios que pisam em meu poema.



Escrito por Rosa Kapila às 16h13
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]